Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

(O meu nome)

30.09.14, a dona do chá
Sem o meu nome, a minha história não é mais do que um longo e aleatório emaranhado de lembranças.   Ann Brashares, Meu Nome é Memória.

(Encontrar paz)

23.09.14, a dona do chá
— Você sabe, minha filha, que não se pode encontrar paz no trabalho ou no prazer, no mundo ou num convento, mas somente na própria alma. W. Somerset Maugham, O Véu Pintado

(Inspirar amor)

22.09.14, a dona do chá
Eu não tinha ilusões a seu respeito. Sabia que era tola, frívola e tinha a cabeça vazia. Mas eu a amava. Sabia que seus ideais e objetivos eram vulgares. Mas eu a amava. Sabia que era uma pessoa de segunda classe. Mas eu a amava. É cômico lembrar do quanto me esforcei para divertir-me com as coisas que a divertiam, e do quanto eu procurava esconder que não era ignorante, vulgar, maledicente e estúpido. Eu sabia o quanto a inteligência lhe fazia medo e tentei tudo para lhe dar a (...)

("Eles somos nós")

28.10.12, a dona do chá
‎"Repito para mim próprio: estamos tão perto uns dos outros. Não há nenhum motivo para acreditarmos que ganhamos se os outros perderem. Os outros não são outros porque levam muito daquilo que nos pertence e que só pode existir sendo levado por eles. Eles definem-nos tanto quanto nós os definimos a eles. Eles são nós. Eles somos nós." Somos a Primeira Pessoa do Plural, José Luís Peixoto

(Grey's)

07.02.12, a dona do chá
‎"Your life is a gift. Accept it. No matter how screwed up or painful it seems to be. Some things are going to work out as if they were destined to happen. As if they were just meant to be." Grey's Anatomy, 8ª temp. Ep.13

(HILLSONG CONFERENCE EUROPE 2010 #2)

13.10.10, a dona do chá
Leio num artigo que "o olho é um órgão par, situado em cada uma das órbitas, no nível que separa o crânio da face". Permite-nos ter percepção, reconhecimento e localização de algo. A sua função primordial é captar luz que, através de uma série de processos gera reconhecimento no nosso cérebro.  Posso afirmar que o olhar é uma captação de uma série de sucessivas luzes? Esta ideia fascina-me: dos nossos olhos serem inundados de luz que se liga directamente ao nosso (...)