Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

(indigestão)

10.12.14, a dona do chá
-Não está com uma cara boa - sentenciou. -Indigestão - repliquei. -De quê? -De realidade. -Melhor entrar na fila - atalhou. Carlos Ruiz Zafón, O Jogo do Anjo

(cretinismo)

10.12.14, a dona do chá
— Como anda o mundo! — exclamou o homem diante das noticias do jornal. — Todos sabem que, nas fases mais avançadas do cretinismo, a falta de ideias é compensada pelo excesso de ideologias Carlos Ruiz Zafón, O Jogo do Anjo 

(doce veneno)

24.11.14, a dona do chá
Um escritor nunca esquece a primeira vez em que aceita algumas moedas ou um elogio em troca de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente o doce veneno da vaidade no sangue e começa a acreditar que, se conseguir disfarçar sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de garantir um tecto sobre sua cabeça, um prato quente no final do dia e aquilo que mais deseja: seu nome impresso num miserável pedaço de papel que certamente vai viver mais do que ele. Um (...)