Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Na miséria.

16.08.03, a dona do chá
"O sentido da infelicidade é muito mais fácil de comunicar que o da felicidade. Parece que, na miséria, tomamos consciência da nossa própria existência, que mais não seja sob a forma de um monstruoso egotismo: esta minha dor é individual, este nervo que se crispa pertence-me e não a outro." Graham Greene, "O Fim da Aventura"

Poço.

14.08.03, a dona do chá
"Não sou mais do que um fundo poço. Sou extremista em individualismo, em determinação, em teimosia e em solidão. Em egoísmo, em ambição, em amor-próprio. Desafio-me com facilidade para lutas cegas, exijo sempre metas distantes, invejo todo o saber, autorizo-me a qualquer tipo de iniciação. Tudo me urge. Não posso apreciar o chamado "ócio". Os planaltos são-me insuportáveis. Prefiro as quedas repentinas. É aqui que entras tu, meu amor" Pedro Paixão

Frase.

13.08.03, a dona do chá
"Desde o momento em que sufoco a silenciosa voz interior, eu deixo de ser útil" Ghandi (1869-1948) Frase enviada pela minha prima E.