Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

(tu és bem-vinda)

16.02.11, a dona do chá

o céu está denso, carregado de nuvens e a espirrar gelo. tudo está cinzento. parece que o dia se transformou em noite e que a noite é uma continuidade do dia no mesmo tom. ajeitam-se cachecóis para afastar o frio, seguram-se guarda-chuvas para protegerem-se da chuva e abaixam-se os olhos para não pensar na solidão. é preciso correr para esquecer o vento, o céu, o frio, a chuva, os casacos, os guarda-chuvas, as ruas, as nuvens. é preciso correr, não olhar para os lados, abrir portas, subir escadas e chegar. aquele capacho na entrada - familiar e seguro - é a meta. é o limiar da fronteira. a última porta. e ela abre-se e ela fecha-se e ela responde-me "bem-vinda". tu és bem-vinda. este é o teu lar. estes são os que te amam. o vento, o céu, o frio, a chuva, os casacos, os guarda-chuvas, as ruas, as nuvens, a solidão, tudo ficou para trás. não penses mais nisto. aquece-te e descansa. descansa.

descanso.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.