Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

( a lógica do lucro )

20.04.10, a dona do chá

Noutro dia, uma amiga falava-me de como queria encontrar dois livros - "O Monte dos Vendavais" e "Orgulho e Preconceito" - com um encadernamento à moda antiga e que não encontrava. Eu fiquei a pensar no que ela me disse e tive de concordar. Já repararam que, especialmente nos clássicos, é difícil encontrar uma edição decente? Os livros clássicos que eu tenho ou foram comprados em sebos/alfarrabistas ou são daquelas publicações de bolsos com letras minúsculas. Será que as editoras acham que estas obras são livros pouco interessantes? Ou não são lucrativas?

 

--

 

A propósito disto, desta temática das capas dos livros, lembrei-me de outra coisa complicada é encontrar algumas obras. Por exemplo, o caso da Jane Austen. "Orgulho e Preconceito" e "Sensibilidade e Bom Senso" encontra-se com alguma facilidade, com o "Persuasão" já é preciso alguma insistência, mas se tentar encontrar as obras menos famosas desta escritora é quase impossível. Com a Charlotte e a Emily Bronte - que eu também adoro - acontece o mesmo. Consegue-se a "Jane Eyre" e o "Monte dos Vendavais", mas e as outras obras destas escritoras? Lembro-me de ler algumas outras obras delas em livros antigos de bibliotecas de pessoas amigas; mas eram daqueles livros em que as páginas eram cortadas à mão. Sabem de que tipo de livro eu estou a falar? Devem ser dos anos 60. É, por isso, que para achar alguns livros é preciso ter sorte num alfarrabista/sebo. E é também, por isso, que nas feiras do livro são sempre as primeiras bancas que eu vou vasculhar.

 

--

 

Tudo isto para dizer que eu partilho da indignação da amiga D.L.

Devíamos abrir um grupo no facebook sobre esse assunto...

4 comentários

Comentar post