Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Em branco.

03.09.03, a dona do chá
Viver uma noite de olhos bem abertos. O sono não quis conceder a sua presença. A noite estava calma... Um silêncio profundo. Apenas, de vez em quando, um roçar de dedos ao virar da página. Era o único som que se ouvia.
O livro fez a devida companhia nesta noite insone. Leitura movida com entusiasmo. Houve uma longa fase sem sentir este entusiasmo. Foi como se a mente não estivesse apta a absorver o que quer que fosse. Teria sido um "adormecimento"? Não. Não foi bem isso. Há momentos em que a vida - e o peso de viver - se sobrepõe aos pequenos prazeres. Não sobra tempo nem disposição.
Uma certeza fica: o entusiasmo é algo de extraordinário.
Pelo menos enquanto dura.