Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

01.09.05

( VISCERAL 2 )


a dona do chá

O mal tempo se forma no horizonte. Sente-se o cheiro morno que rodeia as expressões. Sente-se o cheiro quase de morte. A antecipação de um trovão, quando a luz de um relâmpago rasga o céu. Os olhos piscam com aquele segundo de luz que atravessa o ar. O corpo estremece com o romper da terra.
Está perto, está bem perto.
A impotência diante do abismo é atroz.

01.09.05

( VISCERAL )


a dona do chá

O que se espera quando o que sai das mãos é o excesso do descaso? A ausência de afecto? Os restos do egoísmo? Na realidade, a pessoa pensa que é esperta.
O tempo é implacável.
Um dia colheremos todos os resultados de nossos actos.

Pág. 3/3