Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Fresta.

31.10.03, a dona do chá
Os meus pés esfriam em contacto com o chão. A casa está silenciosa. Os dedos percorrem as teclas. O dedilhar interrompe a quietude. A chuva cai incessante. De onde estou, olho para a janela e vejo a cortina entreaberta. Uma fresta de rua está intacta, do lado de fora. Vejo as gotas a atravessarem a lâmpada do poste de luz. Parecem rabiscos de crianças feitos num papel amarelecido.