Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

Chá de Menta

I am half agony, half hope | Jane Austen

( o coração é um orgão de fogo 13 )

02.04.09, a dona do chá

acontece-me de andar apertada de medo. completamente dominada pela sensação de perda, mesmo que esta ainda não tenha acontecido. vivo assombrada pelo medo de perdê-lo e por ser impotente para mudar o seu comportamento de risco. eu sei que para haver uma mudança, ela tem de começar na própria pessoa. não depende só de mim. depende dele.
passo a mão pelos seus cabelos brancos, em forma de carinho, não me canso de olhar para ele. relembro a infância, de quando era ele que me deixava fazer totós e penteados, sentada em cima dos seus ombros. isto já aconteceu há tanto tempo, num local onde cheirava a terra molhada e de árvores caiadas. lembras-te, meu pai? numa terra onde as noites aconteciam tarde e a eternidade durava realmente para sempre. contavas-me histórias das tuas andanças por outras terras e outros mares. e eu pensava: "meu pai é sensacional!". ainda penso assim. és sensacional. quem olha para ti hoje não te vê como tu és, só te vê os cabelos brancos, a debilidade da idade da saúde. mas eu, eu te vejo a ti, um homem com defeitos e qualidades. um homem que cometeu erros, mas que também conquistou várias coisas. um homem com uma enorme capacidade de sonhar e de empreender. nos teus olhos aparece, por vezes, uma sombra. lamentas os erros que cometeste. lamentas não ter feito melhor. e eu digo-te: "ó meu paizinho, e quem não os comete?". ainda tens tanto para viver. ainda tens tanto para sonhar. tens de reencontrar este lutador que existe dentro de ti e lutar sem cessar. lutar por ti. lutar com coração. pelo teu coração. e, porque não dizer, pelo meu coração também; porque não serei capaz de suportar a tua ausência.
olho para os teus cabelos de poeta desordenados e tenho orgulho na brancura deles. tenho respeito pela tua vivência e pela tua experiência de vida. ainda tenho tanto a aprender. preciso de ti, preciso dos teus conselhos. preciso de ouvir mais histórias, preciso de gravá-las, de fazê-las perdurar no tempo para que as possa contar aos meus futuros filhos. preciso que tu também um dia as contes para eles.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.